Leituras no Kindle Unlimited 001


Voltei com um post que pode se assemelhar bastante aos posts da categoria Resenha em Conjunto, com a diferença que nesses posts eu só vou falar de leituras feitas pelo Kindle Unlimited. Para quem não conhece, o Kindle Unlimited é um programa de assinatura da Amazon, quase como um "streaming literário" hehe. Você paga um valor por mês, e tem acesso aos livros do catálogo. Confesso que eu não sou a usuária mais assídua, mas volta e meia encontro livros que me deixam feliz por estar lendo-os. Decidi fazer um compilado dos últimos que li em formato de post, falar um pouco da história e minhas impressões, uma mini-resenha basicamente.


Por Amor às Causas Perdidas (Laís dos Passos): o que mais me chamou atenção nesse livro foi a capa e o título. Antes mesmo de ler a sinopse eu sabia que queria lê-lo. É um livro que ninguém conhece, e quando eu digo ninguém é ninguém mesmo hehe. A história começa com Eloy, um estelionatário que teve a brilhante ideia de se mudar para um país onde estelionato é crime passível de pena de morte (tudo bom?). Pois bem, ele acaba sendo preso e condenado, mas as coisas tomam um rumo diferente quando uma caçadora de recompensas chamada Zya o resgata minutos antes de ser executado.

O livro têm muitas reviravoltas, aventuras, personagens cativantes e corajosos e, ah, eu falei que ele se passa num planeta parecido com a Terra, mas que não é a Terra? Pois é. Mas apesar de toda uma ficção científica envolvida, pra mim o mais legal é ver a interação dos personagens, e como aos poucos eles vão percebendo que não são causas perdidas. Ninguém é, na verdade (mentira, eu sou hahaha). A gente termina o livro querendo viver uma aventura!


❤ Proteger Você (Jasmin Palumbo): esse foi uma das minhas leituras mais aleatórias da vida. Gostosinha, mas ainda assim, bem aleatória. Primeiro que não tem muita coisa de especial. Basicamente conta a história de um terapeuta e de uma garota autista que se conhecem na academia (porque ela está tentando sair de sua zona de conforto a todo custo). E o segundo ponto é que ele é o terceiro de uma série que eu não me senti inclinada a ler os anteriores e nem os posteriores hehe.

Isaac e Mabel são um casal muito fofo, com um respeito muito grande e uma relação que é construída aos poucos. As coisas que achei mais legal no livro, além da escrita simples e que trata com bastante propriedade sobre o Transtorno do Espectro Autista, foram justamente as características únicas da Mabel (ela é divertida, literal e muito sincera) e a vontade que ela tem de vivenciar coisas que nunca se arriscou a fazer. No geral, é fofo, mas não passa disso.



Seu Lado Ruim (Anne Marck): eu não sou a maior fã do gênero new adult ou hot ou seja-lá-qual -nome-dão-a-eles. No entanto, Anne Marck, essa mulher tão talentosa, conseguiu me fazer ficar apaixonada, encantada, extasiada com seus livros. A escrita dela é tão boa, e as história são tão lindas, que mesmo algumas tento temas pesados eu me sinto feliz por estar lendo-as. Sinceramente eu não sabia o que esperar quando peguei seu último lançamento para ler (e, confesso, adiei um pouco a leitura porque o lançamento que eu espero há meses é de um outro casal), mas, nossa, ainda bem que eu li esse livro!

Seu Lado Ruim vai contar a história de Ava e Rovy. Ava é filha do pastor da pequena cidade onde mora, e ela vive cercada por regras impostas por seus pais, regras essas que a sufocam a ponto de ela não conseguir vislumbrar um futuro bom para si mesma. Rovy é um homem que ganha a vida fazendo coisas perigosas. Os dois foram amigos quando crianças, mas acabaram rompendo esse laço. Anos depois ele retorna, e acabam percebendo que ainda precisam um do outro, talvez até mais do que quando eram mais novos.

É claro, o livro tem como foco o romance, mas também trata de outros assunto: intolerância religiosa, conservadorismo, corrupção e abuso de autoridade. Eu terminei a última página querendo ler tudo de novo (e eu juro que algum dia ainda releio todos os livros dessa mulher). Sério, Anne, obrigada por existir, e não pare de lançar livros nunca!


Rage (Tamires Barcellos): chegamos naquele livro que, se eu pudesse voltar no tempo, não teria lido. Foi minha primeiro leitura de 2020 e, ao invés de eu começar o ano com um livro "quentinho no coração" eu fui direto para um dark romance. E minha defesa, eu tinha curiosidade de ler algo do gênero, e o livro é bom. Meio arrastado em alguns momentos, e com uma protagonista meio bobinha, mas bom! Só que o tema é muito pesado, e não é algo que me deixe feliz em estar lendo.

O livro começa com Amber tentando descobrir quais são os segredos sujos do pai, um empresário muito rico e rígido. No meio dessas investigações, ela chega num clube reservado, e é lá que vê Rage pela primeira vez. Ele é um homem de 30 anos que passou praticamente toda a vida preso como um bicho e sendo abusado pelo pai de Amber, que é um pedófilo pervertido e horrível. 

Independente do romance e das formas como Amber consegue ajudar Rage, é um livro que tem estupro, violência (física e psicológica) e personagens traumatizados, então desde já eu aviso que o livro tem muitos gatilhos! Foi uma leitura rápida, pesada (pesadíssima!), e com um final, de certa forma, esperançoso. Uma coisa interessante é que na gigantesca maioria dos livros nesse estilo a mocinha é posta como a vítima; no caso de Rage, a vítima principal é o homem.


A Lâmina da Assassina (Sarah J. Mass): chegamos ao último do post, e que eu só inclui aqui por ele estar disponível no Unlimited, mas pretendo fazer um post falando sobre o primeiro livro da série e sobre ele. Em resumo, eu estou totalmente rendida por Trono de Vidro! Eu não tinha ideia que que ia gostar tanto dessa história, mas, por Wyrd, são maravilhosos. O primeiro foi bom, mas o que me fez me conectar de vez com a Celaena foi A Lâmina da Assassina. É um coletânea de contos onde a gente vê quem foi a Assassina de Adarlan antes de ser presa e escravizada nas minas de sal de Endovier. Mesmo para quem não conhece a série, é um livro muito bom. Na verdade, eu acho importante ler antes de começar a série propriamente dita. Eu amei, eu li rápido, eu me apaixonei, e eu chorei muito no final.

Bom, acho que para um primeiro post, está bom de livros hehe. Provavelmente eu volto com mais mini-resenhas para essa categoria depois de terminar Trono de Vidro (e me sentir tão devastada que a única coisa que vai me salvar serão romances clichês que farão a minha massa cinzenta se liquefar e escorrer pelos meus ouvidos haha).

Alguém se interessou por algum dos livros citados? Quem também gosta de ler por e-readers? Eu adoro, acho que a leitura flui bem mais rápido, além de ser mais leve de se carregar. Vocês podem assinar o Kindle Unlimited aqui : )

28 comentários :

  1. Eu demorei para assinar esse serviço, porque não estava dando conta dos livros parados na minha estante. Mas no final do ao passado, queria ler contos natalino e acabei assinando hahahahah.
    Amei a experiência e acho que irei manter <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muitos problemas com a Amazon, eu tinha assinado aquele pacotão, pago pra ter acesso a tudo, mas, como tive problemas, eu descartei tudo. Gostei das tuas indicações de nacionais e, bem, eu tenho sérios problemas com a Maas também porque não supooorto Corte de Espinhos e Rosas, daí nunca me aventurei com Trono de Vidro. Um dia, eu tiro o ranço e vou. kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo seus problemas com ACOTAR, mas eu sinceramente gosto bastante da trilogia num todo. O primeiro livro eu suportei, mas os outros eu amo muito! Talvez você goste mais de Trono de Vidro porque a temática é bem diferente, com foco maior na guerra ;)

      Excluir
  3. Ainda não tenho esse serviço, mas já estou vendo que preciso adquiri-lo, pois estou a cada dia que se passa usando mais o meu kindle. Esse ano ainda pretendo aderir o pacote.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que encontre títulos legais por lá ^-^

      Excluir
  4. Foi difícil ler tudo depois de ler o título "Por amor às causas perdidas" porque automaticamente comecei a cantar a música. haha
    Desses eu me interessei muito pelo "Proteger você". Adoro livros/séries/contos protagonizados por autistas.

    ResponderExcluir
  5. Olha, eu queria gostar de ler ebooks, mas não gosto. Leio, talvez mais até que livros físicos, mas não gosto! rs Só não leio apenas livros físicos porque faltaria dinheiro e espaço na minha casa para isso. Enfim, um tempo atrás eu assinei o kindle unlimited por aquele período de teste, acho que era 30 dias grátis, mas depois desse período acabei cancelando. Porque na hora de escolher uma leitura eu escolhia um livro físico e nem lembrava de kindle. Se eu usei uma semana desses 30 dias foi muito. Eu ia acabar jogando dinheiro fora né? Meio antiquado, eu sei, quem sabe um dia eu mude de ideia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes eu não gostava muito, mas hoje acho que eu até prefiro pela praticidade (embora não consiga parar de comprar os livros físicos hehe). Mas eu entendo quem ainda prefere os físicos... a sensação é muito mais gostosinha <3

      Excluir
  6. Apesar do tema pesado, o livro que mais me chamou a atenção foi Rage. Reconheço que não deve ter sido uma leitura fácil, infelizmente é uma pequena amostra do que um ser humano é capaz de fazer, que monstruosidade. Me lembrou a série The Family, pouco vista, pouco comentada, porém extremamente forte e con temática semelhante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia essa série, mas já vou procurar saber mais :)

      Excluir
  7. Uau!! Quantos livros lidos, dessa lista ainda não tive a oportunidade de ler nenhum mas, gostei demais das suas escolhas. Devido a grande quantidade de projetos esse ano as leituras ficaram em segundo plano mas, continuo só que num ritmo lento.
    Amei seu post e as escolhas.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do post. Espero que consiga retomar suas leituras esse ano <3

      Excluir
  8. Nossa, não sei o que acontece, mas também acho que a leitura de ebooks flui muito mais rápido. Mesmo assim, não costumo ler muito ebooks, de vez em quando eu compro um ou outro, mas por enquanto, assinar o Kindle Unlimited não funcionaria comigo.
    Você falou com tanto carinho desses livro que fiquei com vontade de ler todos! E olha que eles nem fazem muito o meu estilo, mas me deixaram curiosa *-*

    Epílogo em Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim funciona assim: fantasias e livros grandes fluem melhor no kindle, romance pelo celular e demais gêneros por livro físico mesmo hehe. Fico feliz que o post tenha te deixado curiosa!

      Excluir
  9. Oi, Luana! Tudo bem?

    Eu estou em um grande dilema entre assinar ou não o Kindle Unlimited: do lado positivo, tem a quantidade exorbitante de títulos disponíveis (mesmo que grande parte sejam romances que, sinceramente, não me interessam); do lado negativo, tem o fato de que eu tenho livros DEMAIS na minha estante esperando para serem lidos, não sei se tenho essa coragem, haha. Adorei esse tipo de postagem, faça mais vezes!
    Abraços,
    Literalize-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha estante também têm livros demais... mas livros nunca são demais então eu mantenho o Kindle Unlimited hahaha. Acho que você ia gostar de Por Amor às Causas Perdidas <3

      Excluir
  10. Ai, Lu, eu amo que mesmo num compilado cheio de livros você se dedica tão lindamente à fotos de cada um, coloca elementos do cotidiano e/ou da história, sério, você é maravilhosa!

    Acho Kindle Unlimited uma ferramenta maravilhosa e tenho muita vontade de assinar! Desde o primeiro rascunho da publicação do meu livro eu o deixei disponível nessa opção porque assim, quem sabe, algum desavisado acaba gostando da resenha, né? Fora que pra quem é autor você vai ganhando por página lida, então vira uma coisa lucrativazinha também - que pra mim é só um a mais, eu gosto é de ser lida!

    Fiquei super interessada no plot de Por Amor às Causas Perdidas, acho maravilhoso quando você une romances aos seus conhecimentos da faculdade como fez com Proteger Você e preciso confessar: eu achava que new adult é um gênero que se referia a personagens de uma certa faixa etária (entre 25 e 35 anos, bem o que estou vivendo) e tô meio chocada que é a romances mais sexuais... Tenho muito o que aprender, hahahah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Luly, que fofa você! Vou ficar me achando hehe. Muito obrigada!
      Eu não sabia que os autores ganhavam por página lida. Que legal! Sobre os new adults, acredito que seja esse o nome que se dá a livros nesse estilo. Ou chama só de hot mesmo hihi :p

      Excluir
  11. Estou muito grata por este post por que euzinha aqui já assinei umas 2 vezes o kindle unlimited e nunca aproveito direito! Tô gastando dinheiro em vão, eu sei, mas agora que tô com um Kindle novo eu preciso mudar isso. Vou tentar ler alguma das suas indicações antes que o meu período promocional acabe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois me conta o que achou dos livros, amora <3 se caçar você acha muita coisa legal lá!

      Excluir
  12. Oi Luh, tudo bem? Sempre vejo muitos leitores elogiando bastante esse serviço da Amazon, confesso que já quis assinar e até comprar o Kindle mas não consigo me adaptar =/ Meu amor verdadeiro é por livro físico. Ter nas mãos, sentir o cheiro, analisar a capa, além das capas amarelas são sensações que não sinto ao ler pelo celular ou computador. Já me disseram que ler no Kindle é quase como ler um livro de verdade, espero conseguir viver essa experiência em 2020. De todos os livros que indicou gostei bastante do primeiro. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo os livros físicos, mas hoje em dia é muito mais pelas edições e a magia de tê-las em mãos, pois consigo sentir tudo que sinto lendo o livro físico no Kindle hehe. Mas entendo quem não consegue se habituar :)
      Espero que consiga ler e-books esse ano, lindinha!

      Excluir
  13. Olá! Achei Ótimas as indicações. Espero estar lendo também muito em breve.
    Muito bom você estar compartilhando aqui no blog.
    super bjooooooo

    ResponderExcluir
  14. Impossível não se interessar em "Por Amor às Causas Perdidas" só por causa desse título, que remete à música dos Engenheiros! Sobre "Proteger Você", você começou a leitura já sabendo que não era o primeiro volume e descobriu depois? Eu odeio ler livros fora da ordem, haha'

    Ás vezes tenho vontade de assinar o Kindle Unlimited mas além de eu ter muitoos empacados na estante, a maioria dos livros parece ser do mesmo estilo... Tipo, mais do mesmo. Estou equivocada?

    Au revoir ♡
    Tecer Flores e Cheirar Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui percebendo que os personagens falavam de umas coisas que me deixavam ???, então só depois descobri que era o terceiro de uma série hihi.
      Quanto aos livros de Kindle Unlimited, se você fuçar você acha coisas diferentes, mas o que faz sucesso mesmo por lá são os romances, e a maioria tem a história bem parecida mesmo!

      Excluir

Recadinho: clique em "notifique-me" para descobrir qual foi minha resposta ao seu comentário, e para que possamos conversar melhor ;)