o diário de uma quase psicóloga #3


Não desistam dos posts sobre minha faculdade de psicologia haha. Fiz apenas dois nos últimos meses, e, embora quisesse ter feito mais, parece que a a ideia não vinha! Quer dizer, eu já falei um pouco sobre as matérias no primeiro post, e também expliquei porque eu escolhi fazer psicologia, então não sabia exatamente sobre o que mais falar. Ainda não me sinto confiante o suficiente para responder perguntas sobre o curso.

Bom, foi aí que me veio a ideia de falar de um dos livros que eu usei nesse primeiro semestre, pois assim estaria falando do meu curso e de livros, dois assuntos que eu amo hehe. O livro se chama Tudo o que você precisa Saber Sobre Psicologia, foi escrito por Paul Kleinman e publicado pela Editora Gente.


Sinopse: Não importa se você está procurando por uma forma de começar a estudar Psicologia para depois se aprofundar, ou se simplesmente tem curiosidade em identificar as neuroses dos seus amigos, este livro possui as respostas sobre a mente humana que você não compreende ao acessar artigos acadêmicos.

Em uma revisão rápida e completa da Psicologia moderna, entenda as teorias mais importantes, os experimentos marcantes, as definições de síndromes e fenômenos sem precisar sofrer. Tudo isso ainda acompanhado de um resumo sobre a vida e as descobertas dos maiores nomes da Psicologia como Freud, Jung, Skinner, Maslow e muitos outros.

Embarque nessa jornada sobre a profundidade de nossa existência, questione o poder da consciência e o que nos torna humanos em um mundo tão cheio de variáveis. Aprenda com aqueles que moldaram nosso conhecimento sobre nós mesmos e ainda tenha a oportunidade de fazer os testes psicológicos mais clássicos – em uma linguagem fácil e divertida.


Quero começar dizendo que foi comprado numa promoção, ou seja, saiu muito em conta. Ele é simples, tem uma linguagem acessível, e é bem introdutório, ótimo para os estudantes do primeiro semestre e/ou pessoas curiosas. Ao mesmo tempo que essas razões são vantajosas, também são prejudiciais, pois as informações nele podem soar superficiais. Pra mim, ele foi muito útil na hora de estudar, sobretudo na matéria de História da Psicologia. Sendo sincera, eu achei que essa seria minha matéria favorita, mas acabei tendo um pouco de dificuldade por ela ser online.

Cada capítulo têm duas ou três folhas dedicadas a um nome da psicologia, ou a algum assunto específico. Como a matéria era focada em estudiosos da psicologia e suas teorias, acabei dando atenção maior aos estudiosos. No começo eu fiquei com dó de usar marca texto, mas acabei cedendo e até que gostei.


A matéria de história deu uma explanação bem básica desde o surgimento da psicologia (lá na filosofia com Sócrates, Platão...) até a escola Sócio-Construtivista. A toda hora o professor dizia que nós teríamos "um semestre inteiro só desse assunto". Por causa desses "futuros semestres", Tudo que Vocês precisa Saber Sobre Psicologia pode se tornar um pouco inutilizável pra mim daqui um tempo. Durante esse primeiro semestre, nós vimos os seguintes assunto:
  • O Renascimento e a Psicologia: basicamente, o Renascimento foi importante para a psicologia por colocar o homem como peça principal, como centro de tudo.
  • O nascimento da Psicologia Científica: o marco do surgimento da psicologia científica surgiu depois que Willian Wundt criou o primeiro Laboratório de Experimentos em Psicofisiologia, em 1875.
  • A diversidade de abordagens na Psicologia: cada área de psi tem um objeto de estudo. A psicologia estuda o comportamento por meio de psicoterapia, a psiquiatria estuda as patologias e faz uso de medicamentos, e a psicanálise estuda o inconsciente. 
  • As escolas humanistas: a psicologia humanista surge como uma reação a partir da insatisfação com o behaviorismo e a psicanálise. Seus principais representantes são Carl Rogers (abordagem centrada na pessoa) e Friedric Perls (mentor da Gestalt).
  • O Behaviorismo: faz estudo do comportamento de uma forma sistematizada. Seus principais representantes são Ivan Pavlov (descobriu o reflexo condicionado), John Watson (trabalha com o conceito de interações estímulo-resposta) e Freferic Skinner (trata o comportamento como consequência do ambiente).
  • A teoria psicogenética: procura formas de explicar a causa do comportamento atrelado a fisiologia humana. Seu principal representante é Jean Piaget (segundo sua tese, estamos transformando o mundo e sendo transformados por ele a todo momento).
  • A escola Sócio-Construtivista: seu principal representante é Vygotsky. Segundo ele, "a matéria precede a ideia", ou seja, o mundo concreto tem extrema relevância para compreender o homem, visto que antecede os processos psicológicos.

Sei que lendo o que escrevi ali em cima parece fácil, mas não é tanto assim não. Aquilo é o resumo do resumo do resumo! Sofri para entender o que é behaviorismo, e ainda não entendi muito bem por que é tudo coisa da minha cabeça... talvez um pouquinho... não, decididamente não haha.


Esses três livrinhos aí de cima fazem parte de um box. Espero lê-los logo mais e trazer resenha aqui para o blog. Qual outro livro nesse mesmo estilo vocês tem para me indicar? Espero que daqui alguns meses eu esteja lendo livros mais grossos e complexos que esse, mas, por ora, vou do começo :)

Isso é tudo, pessoal! Rainha Vermelha, 

SOMOS TODOS LOUCOS AQUI

50 comentários :

  1. Olha, eu amei sua postagem porque você nos apresenta a sinceridade sobre suas dúvidas com relação ao curso, sobre seus estudos, aliás, preciso dizer que as fotos estão lindas, além da organização do post e apresentação dos livors. Realmente, não desista! É um curso lindo, pois entender a mente humana é de fato um desafio! Tenho uma filha de 15 anos e ultimamente ela tem dito que fará psicologia! Super apoio! Parabéns!!!
    Sou Ana Claudia, do www.cafecomleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado, moça! Psicologia é realmente um curso maravilhosos. Espero que sua filha seja minha futura colega de profissão :)

      Excluir
  2. Meu primeiro vestibular foi para Psicologia na UFSCAR, passei para a segunda fase, mas não dei seguimento e optei por outra carreira. Mas acho fascinante o estudo da Psicologia e principalmente da Psicologia Forense. Apesar de não ter dado continuidade eu sempre leio muitos livros sobre o assunto e participo de cursos.
    Boa sorte na faculdade e que tudo dê super certo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Psicologia forense é uma das minhas grandes paixões, embora nos últimos tempos eu tenha me encantado bastante pelo psicodrama.
      Espero que esteja gostando do curso que escolheu!
      beijos e obrigada :*

      Excluir
  3. Lu, eu também tive muita dificuldade com História da Psicologia, é tive ela com parte I e II. Amei o post, continue escrevendo sim ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Se fosse presencial acho que eu não reclamaria, mas online... puft :p

      Excluir
  4. Perfeito o post. Amei a ideia de falar sobre a faculdade. Pode ajudar muito as pessoas. Vou fazer um sobre a minha.
    P.S.: que fotos lindas.
    P.S.: quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, chuchu! Depois me manda o link do seu post ;)

      Excluir
  5. Oi Luu!! Preciso dizer que li o teu post numa hora boa. Eu sempre digo que Psicologia é um curso que eu não fiz por teimosia (só pq minha mãe fez haha). Mas eu adoro essa temática e tenho procurando uns cursos online sobre, só pra eu entender um pouco mais sabe? Mas eu fiquei com MUITA vontade de ler esse livro. Me pareceu bem pra iniciante e eu até coloquei na minha wishlist. Talvez em vez de um curso online eu leia o livro primeiro. Obrigada de vdd pelo post e por sempre trazer novidades diferentes aqui. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, moça, eu fugi bastante de psicologia porque tudo mundo dizia que eu tinha "cara de psicóloga". Acabou que foi quase o curso que me escolheu hehe.
      Esse livro, mesmo sendo um pouco raso para quem já está avançado, é bom para pessoas curiosas e que se interessam pelo assunto.
      Obrigada por todo o carinho <3

      Excluir
  6. Oi Luh!
    Só de ver você fazendo esse post aqui vejo como sua escolha pra faculdade foi acertada. É uma delícia quando, mesmo com as dificuldades (afinal, nem tudo nessa vida é mamão com açúcar, né?! ehehe), você se empolga e está sempre falando do assunto e cheia de expectativa para o que está por vir.
    Achei o livro bem legal e é do tipo que eu leria a título de curiosa, já que não estudo na área, mesmo com alguns pontos sendo mais superficiais, acho que para ter uma noção do que se trata a Psicologia, é um boa leitura! <3
    E você se rendeu ao marcador, imagina eu que me rendi ao lápis para livros de literatura... ahaha o mundo está mudando mesmo! ehehe
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rê, minha linda, lembra quando estava cheia de dúvidas e ficava trocando mensagem com você? Haha!Espero que dê uma chance ao livro... e, ah, eu também uso lápis nos meus livros :p

      beijos.

      Excluir
  7. Eu adoro ler sobre psicologia, mas leio mais artigos na internet.
    Tenho uma amiga que sonha com essa faculdade, dei pra ela de presente O Livro da Psicologia da editora Globo em uma edição bem lindona!
    Gostei desse, apesar de ser introdutório, pelo menos ele apresenta ideias e instiga o leitor a pesquisar mais o tema de interesse. Vou ver no kindle, que é onde tenho lido constantemente.
    Que massa descobrir seu diário de curso, verei os outros posts. Boa sorte na sua jornada!

    xero
    https://leayasnaya.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que sortuda a sua amiga hehe! Quero poder comprar O Livro da Psicologia logo logo, assim como toda a coleção da Globo.
      Muito obrigada por tudo e volte sempre ^-^

      Excluir
  8. Eu sou uma apaixonada por psicologia, teve até um tempo que eu queria cursar, mas não para exercer a profissão e sim como curiosa que sou rsrs mas depois descobri que não aguento mais 4/5 anos de faculdade rsrs Agora, livros sobre o assunto são sempre bem vindos e eu gosto bastante e como ainda não conheço esse já anotei aqui para comprar pq muito me interessou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabia que tem muita gente por aí que faz psicologia para se conhecer melhor? Eu já pensei em fazer outro curso a título de curiosidade hehe.
      Fico feliz que tenha gostado da dica literária :)

      Excluir
  9. Quase comprei esse livro por ele ser muito baratinho hahaha E matérias EAD acabam complicando demais. Eu tive História da Psicologia presencial mesmo e foi muito bom, bem no comecinho do curso. Agora Behaviorismo eu detestava. Mas descobri que o que me fazia detestar era o jeito que o professor dava a aula, porque me passava uma ideia de superficialidade e prepotência, sabe? Comecei a ler livros de neuropsicologia e de psicologia forense e acabei mudando minha visão da abordagem, agora ela faz mais sentido pra mim do que as outras hahahaah Desculpa, Freud. Te indico muito os livros da Artmed, inclusive saiu um recente sobre cinema, psicanálise e adolescência que parece ser incrível. Os de psiquiatria da Artmed e psicologia forense também são muito bons mas o preço é salgadinho. To lendo Anatomia da Violência e to apaixonada, a linguagem é bem tranquila mas é bom saber os macetes da comportamental porque o autor é dessa abordagem.
    Um beijo!
    https://ocraniodocorvo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me interesso bastante por psicologia forense e todos o trabalho que os psicólogos dessa área tem. Obrigada pelas indicações! (para você se desculpar com Feud, Artemed deve ser realmente incrível hehe)

      Excluir
  10. Eu vi as primeiras páginas desse livro é vi que é bem superficial mesmo, mas é bom como livro introdutório. Adoro psicologia, mas não tenho paciência pra ler livros desse tipo. Na metade do paragraph eu já me perdi é não sei o que eu tô lendo (é sei disso por que eu cheguei a começar psico alguns anos atrás). Ano que vem vou ter que me topar com psicologia de novo, Jean Piaget... porque eu vou fazer o professorado de inglês... Vale.uyu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você consiga se acostumar com a psicologia dentro do seu curso hehe. Confesso que para alguns assuntos eu também me perco e me forço a prestar a tenção... acontece :p

      Excluir
  11. Que bom que esses livros te ajudaram, bom é quem gosta do assunto e sua resenha vai acabar ajudando outras pessoas também.
    Parabéns pelo post, psicologia parece algo importante a se ler.

    ResponderExcluir
  12. Também estou cursando Psicologia e curiosamente também estou no primeiro semestre, pronto para começar o segundo. Não conhecia o livro, mas nem preciso dizer que saindo daqui vou logo procurar. Apesar de já ter estudado sobre a história da psicologia acho que os demais assuntos serão muito pertinentes. Muito obrigado pela sua recomendação!
    Bons estudos!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado do post e que ele tenha lhe dado uma indicação literária que pode ajudar :)

      Excluir
  13. Parece ser um livro muito legal, ainda mais quando se está fazendo o curso e se quer entender melhor sobre a história da psicologia.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente ótimo para os estudando do primeiro semestre e para os curiosos hehe ^-^

      Excluir
  14. Acho muito bacana você compartilhar por aqui coisas sobre seu curso/faculdade. Acho que ajuda bastante quem pretende cursar o mesmo que você.

    Achei interessante a proposta do livro, e gostei de saber que ele pode ser lido por qualquer pessoa (leia: pessoa que não cursa psicologia).

    Eu também comprei um livro para a faculdade e fiquei com dó de usar marca-texto nele, mas depois que usei até que gostei.

    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos últimos tempos eu venho perdendo cada vez o medo de usar marca-texto e lápis nos meus livros, sejam eles da faculdade ou não hehe.

      Excluir
  15. Tenho muita vontade de cursar psicologia depois de me formar em jornalismo, me agrada a área, tive uma disciplina de psicologia no primeiro semestre, amei! O livro parece ser realmente bom, vai entrar pra minha lista, com certeza.
    Agenda Aleatória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já conversei com as algumas pessoas que acabaram decidindo fazer psicologia depois de ter uma única matéria no curso anterior. Eu dou todo apoio *-*

      Excluir
  16. Oi, Luh! Tudo bem?

    Tenho que dizer: sempre que vejo essas suas postagens sobre o curso de psicologia me dá saudade dos primórdios, do primeiro período... Tempo bom, quando a gente ainda tava só começando a conhecer cada teoria. Não sei se na sua faculdade é assim, mas na minha a turma já se separou completamente por abordagens então já quase não vejo quem entrou no curso comigo! Estou ansiosa para continuar acompanhando sua caminhada - e, qualquer coisa, é só dar o grito. Conversar sobre psicologia é uma das minhas coisas favoritas no mundo ^.^
    Gislaine Motti | Literalize-se
    Literalize-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Gi, que legal a dinâmica do seu curso. Acho que na minha faculdade não é assim, o que é uma pena, pois acho que já meio que encaminharia cada o caminho que quer seguir!

      Pode deixar que qualquer coisa eu vou lá te encher o saco (haha) ;*

      Excluir
  17. Não conhecia esse livro e pensei em presentar meu pai, que é psic[ologo, será que vai ser inutil pra ele? Enfim, estuddei muito behaviorismo tanto em pedagogia quanto em letras (minhas duas faculdades) mas sei que vcs aprofundam mais né?
    Boa sorte com a faculdade e com a carreira, faça mais posts sim viu
    Bjos flooor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, sinceramente, não sei hehe. Se seu pai já psicólogo, talvez já trabalhe na área que escolheu, e esse livro pode servir como um complemento a ele, e até para se lembrar do que estudou (sou dessas que não acredita que psicólogos saibam tudo sobre todos as teorias do mundo hahaha_.

      Muito obrigada pelo carinho :)

      Excluir
  18. Nossa, eu adorei a capa desse livro "Tudo o que você precisa saber sobre Psicologia". Que diagramação boa, tô apaixonada!
    Eu gostei dessa sua ideia de falar sobre seu curso aqui no blog (posso roubar? hahaha), mas devo confessar que tenho certo receio dos meus amigos que fazem psicologia porque fico o tempo todo pensando se eles querem me analisar a partir das coisas que eu falo.
    Espero que você vá ganhando confiança para ir escrevendo sobre aqui no seu blog porque é muito bom ir desmistificando essa área a partir do olhar de quem está cursando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa edição está realmente lindinha, embora eu me parca um pouco com a quantidade de informações na capa haha.

      Adoraria ler sobre seu curso! E não precisa ter medo dos seus amigos futuros psicólogos, pois algo totalmente real é que o psicólogo não consegue analisar ninguém só olhando pra pessoa, embora alguns sejam mais observadores (minha família acha que a todo momento eu estou tentando curá-los, e eu ainda estou indo para o segundo semestre!).

      Obrigada pelo apoio, e aguarde logo logo novos posts por aqui ^_^

      Excluir
  19. Oi Lu, tudo bem? Tão bom ver sua empolgação com o curso! Mesmo te conhecendo só pela internet, sinto que isso tem tudo a ver com você. Sabia que minha segunda opção para o vestibular era psicologia? Mas o destino quis que fosse moda mesmo. E acho que ele foi muito esperto, porque acho que eu não serviria como psicóloga haha (embora algumas amigas digam que eu sou a psicóloga delas. Ironia do destino também, porque sou ótima para ouvir, entender e aconselhar, mas péssima para fazer isso comigo mesma. Ultimamente não to conseguindo nem controlar meus pensamentos. Não tá fácil, viu ? :p ) Enfim, pra não fugir muito do tema, adorei saber mais sobre o curso e as coisas que vocês estudam. E não parece fácil, confesso que algumas coisas que você falou não faço ideia do que são e acho que nunca que eu decoraria tantas teorias.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz quando alguém diz que sirvo para psicóloga, mesmo que quem tenha dito isso me conheça apenas virtualmente!

      Eu vejo o trabalho que você faz relacionado ao seu curso e acho fantástico *-* mesmo que você goste de conversar e ouvir, talvez você servisse mesmo para moda hehe. Ah, e às vezes eu caio no ditado "faça o que eu digo, não faça o que eu faço"; acontece com todos :p

      Ah, e pode ter certeza que volta e meia me pego relendo partes do livro e meu caderno porque é difícil ~decorar~ tudo, ainda mais quando é algo que não nos interessa tanto (sim, isso é real!).

      Beijos, lindinha :*

      Excluir
  20. Oi Lu ^-^
    Já tive vontade de estudar Psicologia logo que comecei a estudar Letras, até mesmo para atrelá-la à educação. Mas ao longo do curso, meu foco foi mudando (hoje prefiro atuar mais no campo da pesquisa do que em sala de aula), e por isso não tenho mais tanto interesse assim; mas acho válido, além de super importante, ler livros do gênero para entendermos melhor a nós mesmos e aos que nos cercam, por isso agradeço imensamente a este seu post com uma indicação de livro que parece ser bem bacana pra quem quer aprender um pouco mais sobre a Psicologia <3
    Beijinhos e desde já desejo muito sucesso em seus estudos e futuro profissional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal ver como nossos focos podem mudar, né? Antes de começar o curso eu era apaixonada por psicologia forense.. e ainda sou, meu sonho ser perita criminal! BUT acabei conhecer, mesmo que superficialmente o psicodrama, e já atrelei a vontade de atuar com isso ao meu sonho de ser psicóloga :)

      Obrigada por tudo, chuchu!

      Excluir
  21. Oi, Luh!

    Acho tão fofa a sua dedicação ao curso. Adorei essa espécie de diário de estudos que você está fazendo por aqui. Eu já disse que faço psicologia né? Decidi que minha linha teórica será behavior para a monografia, mas talvez depois de me formar eu resolva dar uma atenção especial a psicanálise. Você já decidiu a sua?

    Abraços,

    Deborah | Perdida em Ficções

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será minha colega de profissão, yay! Ainda não pensei muito em qual linha teórica seguir, apesar de gostar bastante da psicanálise e da TCC. Recentemente também descobri o psicodrama e fiquei encantada *-*

      Excluir
  22. Me formei como nutricionista mas sempre tive aquela vontadezinha interna de ter cursado Psicologia, inclusive no início do meu curso tivemos uma materia ligada à psicologia que eu adorava e com a qual me identicava. Sua sugestão foi excelente pra mim, um livro que fala de uma forma mais acessível é o ideal pra mim, vou procurar por ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que eu aprendi nos últimos meses é que nunca é tarde para entrar numa faculdade ;)
      Fico feliz que o post tenha te dado uma boa indicação!

      Excluir
  23. E lá fui eu recordar os meus anos de faculdade. Cursei psicologia porque na epoca a escolha parecia certa. E hoje tenho certeza de que foi. Gostava de quase todas as cadeiras, mas demorei uns três ciclos para me entender dentro do curso e fazer minhas escolhas e, ao escolher a psicanálise para o futuro (dia seguinte) comecei a me posicionar melhor. Mas não foi fácil ou rápido. Até lá houve uma verdadeira discussão interna e externa com ciências, consciências e afins.
    Resultado? Me graduei e especializei e cliniquei.
    Depois de tudo isso aí, resolvi que não queria ficar sentada a ouvir pessoas, queria mais e entendi que a psicologia tinha me permitido muito mais que isso.
    Não é fácil, mas acho que nenhum estudo é... e aqui no Brasil a psicologia patina um bocadito, principalmente quando observo a atitude de certos profissionais. Mas as conquistas desse curso são únicas.

    bacio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lunna! Não sabia que você tinha cursado psicologia *o* é um curso cheio de ramificações, e, pelo que vejo, ele ter ajudou a ser a pessoa maravilhosa que é hoje!

      Excluir
  24. Tô adorando esses post sobre a sua faculdade. Apesar de fazer jornalismo, eu acho psicologia muito interessante! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensei muito em cursar jornalismo, mas agora estou apaixonada por psicologia :) fico feliz em saber que está gostando dos posts, chuchu!

      Excluir
  25. Amei a ideia dessa série de posts, pois assim, passamos a conhecer seu curso e você melhor ainda.
    Psicologia é um curso que engana pela aparente simplicidade, pois ele deve ser extremamente complexo. E haja estudo, ein?

    Beijos
    com amor, Eva.
    amavelgirassol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, é um curso muito lindo e muito doido. Agora eu entendo porque todo psicólogo tem que fazer terapia TAMBÉM haha!

      Excluir

Recadinho: clique em "notifique-me" para descobrir qual foi minha resposta ao seu comentário, e para que possamos conversar melhor ;)