Chronos - viajantes do tempo (Rysa Walker)


A Maratona Literária de Verão já começou bem: consegui ler dois livros até agora, e hoje vou falar dessa belezinha que é Chronos - viajantes do tempo. Mas, antes de começar essa resenha, quero pedir desculpas à DarkSide Books. Eu demorei muito mais do que deveria para ler esse livro, e a justificativa é de que eu não conseguia ler nada além de Harry Potter nos últimos dias. O kit que recebi junto só serviu para me fazer ter um experiência de leitura mais legal. O tema por si só já é algo que me atrai desde sempre: viagem no tempo!

VIAGENS no tempo e conspirações


Na vida, tudo tem uma ordem certa para acontecer: os sapatos devem ser colocados depois das meias, a geléia deve ser passada no pão depois da manteiga — netos nascem depois dos avós. Kate Pierce-Keller nunca havia dado atenção a este último item, até sua avó surgir com revelações e um objeto que podem colocar sua existência em risco.
Os eventos da premiada Trilogia Chronos se iniciam quando Kate descobre que sua avó é uma historiadora viajante do tempo — nascida alguns séculos à frente, mas presa ao presente por conta de um acidente — e possui um artefato, um medalhão azul reluzente, que permite realizar saltos temporais para qualquer época e local. 
Neste primeiro volume, o leitor é transportado para a Exposição Universal de 1893, em Chicago, quando a Roda Gigante foi apresentada pela primeira vez e o serial killer H. H. Holmes dirigia um hotel construído especialmente para receber os visitantes da feira (e sumir com seus corpos). Em meio a tantos fatos históricos e curiosos, Kate precisa agir pontualmente para não estragar nada, e ainda impedir a ascensão de um culto religioso bastante poderoso que ameaça afetar o universo como o conhecemos. 

Uma das coisas que sempre me chama a atenção em livros sobre viagem no tempo é que sempre tem algo diferente de um para o outro. Cada um têm suas regras, suas filosofias e sua história. Com Chronos não foi diferente. Embora eu tenha demorado um pouco para entender no começo, Chronos – Centro Histórico de Registro da Observação Natural e Organizacional da Sociedade, trata-se uma sociedade futurista onde existem historiadores que viajam no tempo para aprender mais sobre o passado. Kate, nossa protagonista, não sabia disso até ver a chave de Chronos de sua avó, uma historiadora que ficou presa no passado depois de eventos conspiratórios envolvendo a criação de um culto religioso.

O ritmo do livro é ótimo, embora, a meu ver, tenha falhado um pouquinho. Às vezes se alongavam demais em uma explicação não tão complicada, e se esqueciam de agir. É realmente muito interessante ver os fatos históricos reais mesclados com a ficção do livro, mas, como trata-se justamente de viajar no tempo para impedir um assassinato, senti falta de mais tempo nesse passado Tem muita explicação, e a coisa toda é bem simples!

Tenho duas ressalvas. Uma dela é sobre romance que surge e a introdução do triângulo amoroso que, sem dúvida alguma, vai existir nos próximos livros. Confesso que fiquei curiosa para saber como acaba, mas o foco exagerado que a autora da a ele é desnecessário. Tudo bem que é um  ficição científica romântica, mas romance vai muito além de ter duas pessoas (no caso, três) se apaixonando. A outra não é exatamente uma ressalva, mas me incomodou um pouco: todo mundo se convence rápido demais nesse livro, tanto que chega a ser cômico e bobinho de vez em quando. Sabemos que em fantasias os protagonistas não contam tudo pra qualquer um, mas a Kate aparentemente não vê problema nisso, e quem está ouvindo a história também não!

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito . Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.  Dalai Lama
Uma das coisas que mais gostei foi a escrita simples. Geralmente histórias de viagem no tempo têm grandes reflexões e estratagemas elaborados demais, mas, depois que você entende como Chronos funciona, tudo fica bem simples, e isso é ótimo, pois assim muito mais gente pode ler. Não é todo mundo que gosta de ficar com muitos nós durante uma leitura hehe. Ah, e a única reflexão que temos é algo que sabemos muito bem: o bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas!

Foi uma leitura ótima, gostosa e leve. O final é daqueles que te faz querer ler os próximos livros (esse é o primeiro de uma trilogia), e não por ter um final em aberto, mas porque você quer descobrir como tudo termina, mesmos sem o senso de urgência que várias outras trilogias tem.

a edição - Darklove



Chronos é mais um lançamento do selo DarkLove, e é incrível ver a variedade de assuntos que podem ser abordados em livros que tem romance como gênero. A edição está linda: capa dura, uma paleta de cores maravilhosa e que se estende para a folha de guarda, além das páginas amareladas, o detalhe no início de cada capítulo e o ótimo espaçamento. Ah, e como sempre, tem o marcador de fita de cetim!



Eu venero as folhas de guarda da DarkSide *-*



A contracapa também é linda!



Gostaram da resenha? Quem ficou curioso para ler Chronos? Eu realmente quero ter mais pessoas para conversar sobre ele, e espero que a DarkSide lance ainda esse ano o volume dois. Ah, vocês podem comprar o livro usando meu link aqui ;)


Isso é tudo, pessoal! Rainha Vermelha, 

SOMOS TODOS LOUCOS AQUI

14 comentários :

  1. Nossa!! Parece super interessante e esse design?! Muito lindo *-*

    https://oiisabel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DarkSide sempre faz edições maravilhosas! *-*

      Excluir
  2. Desde que esse livro foi lançado estou com vontade de ler, principalmente por se tratar de tema de viagem no tempo e o design feito pela DarkSide ser simplesmente maravilhoso. Confesso que fiquei um pouquinho com o pé atrás por causa do triângulo amoroso (não sou muito fã), mas não vejo a hora que Chronos chegue aqui em casa para poder ler. *-*

    Ah! E queria dizer que por mais que seja a primeira vez que eu esteja comentando aqui, estou sempre acompanhando aqui e todo dia, TODO DIA (hahaha), eu bato ponto aqui no seu blog para ver se tem alguma novidade. Acho tão aconchegante aqui, não sei explicar. Dá até vontade ser a sua amiga sem nem mesmo te conhecer direito!

    Perdida em Ficções

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só as edições na DarkSide já nos dão vontade de ler todos os livros lançados pela editora, né? *-* depois me conta o que achou!

      Muito obrigada por todo carinho, amora! Você é uma das fantasminhas que acompanha o blog,e eu fico muito feliz em saber que gosta hehe. Eu tento deixar tudo aconchegante por aqui e é ótimo saber que estou conseguindo ^_^

      Beijos :*

      Excluir
  3. Preciso dizer que me apaixonei por essa edição de Chronos, Luh! Achei uma das mais lindas da Dark Love e olha que tenho muitos queridinhos! ehehe
    Por mais que você tenha apontado alguns defeitinhos, confesso que ainda quero ler (meta maluca de querer todos os livros da linha Dark Love, talvez... ahahah)!
    E que fotos essas, menina! Que fotos! E morri nessa flâmula, puro amor gente! A Dark Side arrasa em todos os detalhes!!! <3 <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora eu ame todas as edições do selo DarkLove (e da DarkSide inteirinha!), minha favorita ainda é a do livro "Onde Cantam os Pássaros"C *-* Já leu?!

      Fico muito feliz em saber que gostou das fotos, florzinha! :*

      Excluir
  4. O livro me parece uma grande viagem no tempo com uma pegada mas voltada à magia,a fantasia.Confesso que não conhecia nada do Chronos e me parece ser uma literatura rico em detalhes ao qual requer atenção e entendimento.A estética do livro é bem interessante,a história me parece ser uma leitura cheio de surpresas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Magia nem tanto, mas, como todo livro de viagem no tempo, tem fantasia hehe. Tenho certeza que iria adorar o livro! :)

      Excluir
  5. Gostei da sua resenha, tenho vontade de ler esse livro mas quando vejo mina lista tão grande dá aquele desespero, mas colocarei lá haha

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho uma pequena grande lista de livros para ler hehe :p

      Excluir
  6. Olha Lu é bem assim mesmo, todo mundo está super apto a aceitar uma história básica de viagem no tempo, né? Quem nunca hahahahaha! Eu realmente me incomodei com o romance, achei muito desnecessário e a Kate não ganhou a minha simpatia também! Pretendo continuar mas sem empolgação, confesso!
    Aliás, a ediçao não deixa a desejar e está bem amor <3
    Beijos!!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dai, minha linda, preciso saber com quem você shippa a Kate haha! Eu realmente não vejo um término muito amigável pra nenhuma parte nessa história romântica, mas quero saber como TUDO termina, por isso vou seguir lendo :)

      Beijos :*

      Excluir
  7. Gostei como aborda os posnto negativos e positivos do livro. Acho importante a leitora falar sobre tudo em questão.. achei a capa linda e o reloginho é um charme a parte
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que, às vezes, gosto tanto de um livro que me esqueço de falar das coisas negativas nele, mas, nesse caso, eu não podia deixar passar :)

      Excluir

Recadinho: clique em "notifique-me" para descobrir qual foi minha resposta ao seu comentário, e para que possamos conversar melhor ;)