A melhor tag natalina do universo


Mais uma tag literária de Natal. Ela foi criada pela Melina Souza baseada em ideias que os leitores deram. Ainda estava em dúvida se a responderia, mas gostei tanto que acabei decidindo tirar as fotos do livros. Foi difícil não escolher os mesmos livros para várias categorias, mas eu consegui haha!

1. Natal dos sonhos: um livro que se passe na cidade ou país onde você gostaria de comemorar o Natal;


Harry Potter: além de se passar na Inglaterra e ter momentos em Londres (o lugar mais maravilhoso do mundo e que eu sonho em conhecer mais que tudo!), o Harry está numa escola de magia e bruxaria! O que seria mais mágico que passar o Natal naquele cenário branquinho de Hogwarts? Ah, e já usando essa foto para a pergunta seguinte...

2. Árvore de Natal: um livro que tenha iluminado o seu ano;

Nos 45 segundos do segundo tempo eu consegui terminar a leitura dos três primeiros livros dessa saga que tanto estou amando. Já falei do primeiro e do segundo aqui no blog, mas ainda preciso comentar da perfeição que é Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (eu amo o Sirius haha!). Foram algumas das minhas melhores leituras do ano e da vida inteira. Tô apaixonada! ❤

3. Pisca-Pisca: um livro com assunto LGBT;


A Menina Submersa: um dos livros mais intrigantes que li. Além de tratar muito bem como é a mente de uma pessoa esquizofrênica, a protagonista é lésbica e namora uma outra mulher trans. Adorei como a autora inclui tantos temas importantes num livro só!

4. Papai Noel: um livro que você gostaria de dar de presente para todo mundo;


A Guerra que Salvou a Minha Vida: definitivamente essa história entra para a lista de "livros pra vida toda". É uma história leve e emocionante e, embora eu tenha me sentido tentada a repetir livros que pareceram ali em cima nessa categoria, também acho que esse é um que eu gostaria que todo mundo pudesse ler.

5. Presente: um livro que você quer muito ganhar de presente;

Qualquer livro que está nas minhas wishlists do Listography seria uma ótima aquisição, mas tem dois que eu estou desejando imensamente: as edições ilustradas de Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Câmara Secreta. No momento, são meus novos ideias literários de prazer terreno (essa última frase ficou entranha, né?, mas acho que vocês conseguiram entender que eu eu quero muito esses livros!).

6. White Christmas: um livro com a capa branca;


Abominação: eu poderia ter escolhido um livro mais leve e alegre para combinar com a época do ano, mas por que não incluir na tag um dos livros mais legais desse ano? A edição está linda (DarkSide, né?) e a capa combina perfeitamente com a história.

7. Bengalas doces: 3 livros com a capa em "candy colors";


Só consegui encontrar esses três livros em candy colors por aqui. O engraçado é que eles tem algo em comum: todos foram lidos há muito tempo. Eu nem me lembro direito da história de De Volta aos Quinze (a conclusão dessa trilogia, aparentemente, nunca vai sair!) e de Fangirl (lembro-me de não ter gostado tanto desse). Contos da Seleção faz parte d'A Seleção, uma série que eu quero reler um dia.

8. Roberto Carlos: um livro que você gostaria de ler pelo menos uma vez por ano todos os anos;


O Lado Mais Sombrio: consegui sobreviver a tentação de reler esse livro pela... quinta vez? Nem eu sei haha. A história continua martelando incessantemente na minha cabeça e é uma coisas que mais mais influenciam na minha vida!

9. Chocolate quente: um livro que trouxe um calorzinho no coração;



Minha Vida Fora dos Trilhos: um livro realmente pra morrer de amores, que conta uma história cheia de mistérios, mas com pessoas como nós. Apesar de ter tido um acontecimento que me deu uma dorzinha no coração, fiquei realmente encantada e inspirada depois da última página.

10. Voando em renas: um livro que te fez acreditar no impossível;



Alice no País das Maravilhas: clichê, não é mesmo? Mas o que posso fazer se esse foi o primeiro livro que me inspirou a acreditar em coisas impossíveis, me fez viajar por universos alternativas e me incitou a correr atrás dos meus sonhos? Ah, essa edição da foto é novinha, e logo logo farei um post mostrando mais detalhes dessa preciosidade *-*






Ah, gostaria também de dizer que, provavelmente, não vou aparecer por aqui nos próximos dias. Lembram que eu disse aqui que queria cumprir o Blogmas, mas que até as formigas precisavam de descanso? Pois bem, eu sou um formiguinha que precisa de descanso hehe. Na segunda feira vou viajar e ficar o restante da semana sem internet, e acho que isso vai ser ótimo. Vou espairecer e ler bastante! Não sinto que fracassei, pois dei o máximo de mim pra todos os posts :)

Bom, é isso. Se alguém também quiser responder a tag, sinta tagueado por mim!

Isso é tudo, pessoal! Rainha Vermelha, 

SOMOS TODOS LOUCOS AQUI

Uma coleção de fotos não publicadas


Todo mundo deve ter por aí, esquecidas em algum pendrive, pasta do computador ou no Flickr (meu caso), fotos que foram tiradas, que tiveram um resultado legal, mas que não foram para lugar nenhum. Esses dias parei para visitar meu antigo Flickr (ele está no modo privado) e acabei percebendo que tinham várias fotos bonitas e que eu não tive a chance de postar.

Decidi fazer esse compilado para ser mais um post de memórias. Algumas fotos não tem legenda, mas outras eu vou comentar, pois tem significados legais :)



Eu sempre fui apaixonada por rosas. Minhas favoritas são as brancas e as vermelhas, e, sempre que eu consigo uma, deixo ela secar e depois guardo as pétalas. Geralmente as coloco junto das cartas que eu envio. Tenho um talento para conseguir manter plantas vivas, mas ele é ainda maior na hora de cuidar de coisas mortas haha.


Depois que terminei de ler O Lado Mais Sombrio fiquei obcecada pela história, tanto que logo em seguida eu quis ler o segundo livro. Infelizmente eu não o encontrei em nenhuma loja física, então esse e-book (e-book comprado!) foi meu companheiro por um longo tempo, tanto que as fotos da resenha de Atrás do Espelho foram feitas com ele hehe.




Não se enganem, criaturas inocentes: esse buquê não foi me dado de presente (nunca ganhei uma flor de ninguém), mas sim conquistado com bravos esforços num casamento. Sim, peguei o buquê da noiva pela primeira vez na vida!




Essas duas fotos aí de cima foram tiradas um tempo depois que eu fiz meu big chop, e foi quase um protesto para tentar me aceitar de vez. Infelizmente, eu ainda tenho uns problemas com autoestima e autoaceitação, mas tento trabalhar nisso todos os dias. Como já me disseram num comentário, sou a Rainha Vermelha no País das Maravilhas, mas aqui em cima ainda sou um flor frágil tentando desabrochar...



Foi só isso mesmo. As fotos nem estão combinando entre si, e isso está me dando um TOC bizarro. Melhor eu postar logo antes que me arrependa de ter feito o post haha. 

Isso é tudo, pessoal! Rainha Vermelha, 

SOMOS TODOS LOUCOS AQUI

Harry Potter e a Câmara Secreta (livro & filme)


Como já falei de Harry Potter e a Pedra Filosofal aqui e também mostrei minhas edições de capa dura, vamos começar logo essa resenha, sem sinopse sem nada. Fugindo do tradicional, isso não é bem uma resenha, mas mais uma atualização do meu diário de leitura mesmo.

Harry Potter e Câmara Secreta já entrou para minha lista de livros favoritos, assim como o primeiro livro. Talvez algumas explicações sobre assuntos já tratados tenham me cansado um pouquinho (por exemplo sobre como funciona o Quadribol), mas entendo, pois em praticamente toda sequência tem disso.

Enquanto escrevo esse post, a leitura de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban também já foi finalizada, e algo que eu reparei é que gosto bastante dos começos dos livros. O Harry esta na casa dos Dursley (ôh povinho nojento!), e algo aparece para tirá-lo daquela situação. Não é spoiler dizer que Rony vai com os irmãos num carro voador resgatar Harry, e eu sonhei com esse bendito carro a noite toda haha. E toda a magia de Hogwarts continua lá, e é simplesmente maravilhoso ouvir expressões e feitiços e nomes e reconhecer tudo isso. Jurava que minha pseudo dislexia ia dar as caras, mas eu estou lembrando de tudo até que com facilidade.


Algo que reparei é que a J.K. Rowling não coloca logo no início o foco da história. Começa co pequenos detalhes e breves expressões que, se não prestar atenção, a gente acaba esquecendo, mas no final tudo se junta para resolver a trama. Ai, que escrita maravilhosa! *-*

A história faz tanto sentido. Não vou dizer que esse é melhor que o anterior, final cada um tem suas individualidades, mas eu li incrivelmente mais rápido, pois fiquei muito curiosa para descobrir quem era o herdeiro de Slytherin e quem tinha aberto a Câmara Secreta. Sério, as reviravoltas e os plot twist desses livros são tão geniais que, mesmo dando um bug inicial no meu cérebro, eu fico extasiada quando o momento das revelações chega. A única coisa que falta é eu gritar "eureka!".


Quanto ao filme, assim como o anterior, me deu gosto de ver o quão semelhante estava com o livro. Detalhes mínimos foram alterados, mas, em várias questões, só melhorou. Tem uma duração maior (amo!), os efeitos estão melhores, as atuações continuam lindas, tem aquele toque de humor (o Lockhart é uma comédia!), e tá tudo maravilhoso ❤

É simplesmente incrível o quanto eu estou amando esses livros e esses filmes. Já expliquei em alguns lugares que eu realmente estava precisando de algo assim, que me distraísse e, mais que isso, me inserisse em algo realmente mágico. Estou tão imersa na história que, atualmente, 90% dos meus dias giram em torno de Hogwarts. Obrigada, universo, por ter trazido essa história para a minha vida!

Bom, como eu tinha dito no início do post, essa não é uma resenha tradicional, e com certeza não consegui traspor por meio de palavras o quão feliz e frenética estou. Aguardem logo logo resenha sobre o terceiro livro...

Isso é tudo, pessoal! Rainha Vermelha, 

ps: Edwiges é um ícone, minha nova religião!!

SOMOS TODOS LOUCOS AQUI